Retirada de árvores em avenidas de Feira de Santana causa polêmica

Retirada de árvores em avenidas de Feira de Santana causa polêmica

Retirada de árvores em avenidas de Feira de Santana causa polêmica

Uma ação do Departamento de Áreas Verdes da Prefeitura de Feira de Santana causou comoção entre feirenses esta semana, pois o departamento está realizando a retirada de árvores nas avenidas Ayrton Senna e Noide Cerqueira.

De acordo com a pasta, a atividade tem o intuito de evitar o atrofiamento e a morte de árvores da espécie Sibipiruna na avenida Ayrton Senna e, portanto, a equipe programou o seu transplante para a avenida Noide Cerqueira. "Estamos retirando para não provocar acidente, pois elas estavam invadindo a rua. Para prevenir que elas não caiam e provoquem acidentes", diz um dos agentes que executou a retirada das árvores.

Aguinaldo Cerqueira que pratica atividade física todos os dias na avenida diz que já temia que algum acidente pudesse acontecer, mas lamenta a perda da sombra. "Acho muito importante, pois as raízes das árvores estavam estragando calçamento e poderia, com o passar do tempo, desabar e cair nos veículos. Elas serviam de sombra para todos, principalmente, comerciantes que poderiam ser vítimas caso uma delas caísse. Agora está faltando revitalizar e estruturar melhor esse local de atividade física", observa.

Segundo João Falcão, diretor do Departamento de Áreas Verdes, a prefeitura está realizando ações estratégicas para assegurar a preservação da vegetação e aprimorar a qualidade do espaço público nas avenidas. Um relatório técnico enviado à Secretaria Municipal de Meio Ambiente desde 2021 detalha as razões que motivam a necessidade de remoção das árvores da espécie Nim, propondo, ao mesmo tempo, novas espécies mais adequadas para o local. "Contribuindo assim para o desenvolvimento sustentável da região", observa Falcão.

Falcão destaca ainda que na avenida Ayrton Senna, o adensamento de árvores apresenta risco de atrofiamento e morte de indivíduos arbóreos e que a técnica moderna possibilita o transplante de árvores adultas, inclusive de grande porte, de forma segura, garantindo que as plantas se desenvolvam de maneira saudável e vistosa em pouco tempo. "Como solução, está programado o transplante de 2 a 3 árvores da espécie Sibipiruna e o plantio de 2 a 3 mudas da espécie Jacarandá Mimoso", relata.

Com informações da Jornalista Lila Oliveira do Jornal Folha do Estado da Bahia

Compartilhar

Os comentários do Facebook permitem aprovação imediata e garantem um ambiente on-line mais seguro, já que é preciso se identificar para deixar um comentário.
Previsão do Tempo
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-

Retirada de árvores em avenidas de Feira de Santana causa polêmica