Olimpíada Brasileira de Matemática tem 56 medalhistas feirenses

Olimpíada Brasileira de Matemática tem 56 medalhistas feirenses

Olimpíada Brasileira de Matemática tem 56 medalhistas feirenses

A edição mirim 2023 da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), voltada para alunos do 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental também de instituições de ensino particulares, teve 56 medalhistas de Feira de Santana. Desses, 6 são ouro, 18 prata e 32 bronze.

Estreante em olimpíadas de conhecimento, Enzo de Oliveira começou com o pé direito e conquistou ouro. “Esperava ganhar prata ou bronze. A sensação de ser ouro é muito boa. Estou ansioso pelo dia da entrega da medalha”, disse, além de acrescentar que esta é a primeira olimpíada de muitas que ele participará.

Ana Catarina Musse, também estreante, garantiu uma das medalhas de prata. “Pró Juliana Soares passou atividades da Obmep Mirim para minha turma e eu estudei com minhas amigas. Também fizemos pesquisas no site da olimpíada”, contou. Outro medalhista é Arthur Osório, que conquistou a prata. “Fiquei nervoso na hora da prova, mas tive fé em Deus e consegui a medalha. Foi uma sensação maravilhosa quando descobri que tinha ganhado”, comemorou.

Maria Eduarda Lopes é uma das medalhistas de bronze. “Estudei muito em sala de aula e também em casa, mas não fazia ideia que conquistaria medalha. Meu coração ficou palpitando. Se Deus quiser, vou participar de outras olimpíadas e vai dar tudo certo”, declarou. A Obmep Mirim, que está em sua 2ª edição, teve seu resultado divulgado em 27 de novembro. Os 56 medalhistas feirenses são da Escola João Paulo I.

Mais sobre a competição

A Obmep Mirim foi realizada de modo presencial e em duas fases. A primeira consistiu em uma prova classificatória formada por quinze questões objetivas (perguntas de múltipla escolha) e aplicada em 28 de agosto. Estudantes classificados nessa etapa participaram da fase seguinte, em que responderam, no dia 9 de novembro, provas também com quinze questões objetivas.

Em entrevista ao site da competição, o coordenador-geral da Obmep Mirim, Claudio Landim, explicou que a iniciativa busca, entre outros objetivos e através de propostas lúdicas e criativas, despertar o interesse das crianças pela matemática e envolver professores dos primeiros anos do Ensino Fundamental. A competição é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e pelo Ministério da Educação (MEC).

fonte: Acorda Cidade

Compartilhar

Os comentários do Facebook permitem aprovação imediata e garantem um ambiente on-line mais seguro, já que é preciso se identificar para deixar um comentário.
Previsão do Tempo
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-

Olimpíada Brasileira de Matemática tem 56 medalhistas feirenses