Nos rastros de uma Saudade Caatingueira

Nos rastros de uma Saudade Caatingueira

Nos rastros de uma Saudade Caatingueira

Ontem, em uma típica tarde de outono, enquanto caía uma chuvinha fina e fria em Feira de Santana, aconteceu no Museu Casa do Sertão um bate papo interessante com Miguel Teles - Historiador, Fotógrafo e Documentarista. A atividade foi uma realização do Curso de Especialização em História da Bahia (da Universidade Estadual de Feira de Santana) e em parcerias com o Museu Casa do Sertão e a Biblioteca Central do Estado da Bahia.
No repertório, informações sobre a Exposição Tangerinos: rastros de bois, caminhos da saudade que reúne em seu acervo além de fotografias, chocalhos de bois, candeeiros, gibão de couro, rede de dormir, selas para cavalos e outros elementos que compõem a identidade cultural "caatingueira" e sertaneja.
O público presente no anexo Lucas da Feira teve a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre esse universo através da exibição de algumas gravuras icônicas e de fotografias e fragmentos de um documentário produzido por Miguel.
Quer saber mais detalhes sobre esse evento? Se liga que em breve vai rolar a matéria completa aqui no nosso site.

Compartilhar

Os comentários do Facebook permitem aprovação imediata e garantem um ambiente on-line mais seguro, já que é preciso se identificar para deixar um comentário.
Previsão do Tempo
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-

Nos rastros de uma Saudade Caatingueira