Caso Gabriela Jardim: médico é condenado a 23 anos de prisão em Feira de Santana

Caso Gabriela Jardim: médico é condenado a 23 anos de prisão em Feira de Santana

Caso Gabriela Jardim: médico é condenado a 23 anos de prisão em Feira de Santana

O crime que abalou Feira de Santana em agosto de 2021 teve um desdobramento marcante nesta quinta-feira (7), com a sentença do médico Antônio Marcos Rego Costa. Acusado de matar a ex-companheira Gabriela Jardim Peixoto, 35 anos e abandonar seu corpo, o réu foi condenado a 23 anos, 4 meses e 15 dias de prisão.

Sob a presidência da juíza Márcia Simões Costa, o julgamento se estendeu por todo o dia, adentrando a noite, enquanto os detalhes do caso eram minuciosamente analisados. Contudo, a reviravolta veio com a decisão da defesa de pedido da sentença, introduzindo um novo capítulo nesse processo judicial.

Relembre o caso

Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual Antônio Marcos por não aceitar a separação que tinham passados 15 dias, convidou Gabriela para conversar em um bar na Avenida Fraga Maia e passaram beber e usar drogas (cocaína) depois de uma longa discussão ele então a levou em seu veículo uma caminhonete a matou desovando o corpo numa área de mata as margens da BR-116 norte no distrito de Matinha sendo encontrado oito dias depois por pessoas que passavam pelo local.

Com informações do Jornal Folha do Estado

Compartilhar

Os comentários do Facebook permitem aprovação imediata e garantem um ambiente on-line mais seguro, já que é preciso se identificar para deixar um comentário.
Previsão do Tempo
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-

Caso Gabriela Jardim: médico é condenado a 23 anos de prisão em Feira de Santana